Histórico da Cidade

Os pioneiros de Boa Esperança enfrentaram inúmeras dificuldades nos primeiros tempos de desbravamento da mata que cobria o território do atual município. O pior de tudo, no entanto, era a condição de trafegabilidade. Um desastre. No período das chuvas as estradas ficavam intransitáveis, surgindo inclusive o primeiro nome da localidade: Barreiro do Oeste.

As primeiras famílias de Barreiro do Oeste foram as de Manoel Luíz Cândido, André Bacas, Albino Inácio, Navarro, Antônio Vicente, Joaquim Ribeiro da Silva, Manoel Caldeira, João Pietrowiski, Nasciso Spolodori, Guimarães, Gasparello e outras.

Em 1950, Barreiro Grande tinha bom desenvolvimento, com casas de comércio espalhando-se ao longo da rua principal. A Lei Estadual n.º 613, de 27 de janeiro de 1951, criou o distrito de Barreiro do Oeste.

Através da Lei Estadual n.º 4.844, de 6 de março de 1964, sancionada pelo governador Ney Braga, foi criado o município, porém com denominação alterada para Boa Esperança. O território foi desmembrado dos municípios de Janiópolis e Mamborê, sendo instalado oficialmente em 14 de dezembro de 1964. O nome foi sugestão da própria comunidade, demonstrando o otimismo dos colonizadores, que apesar das dificuldades encontradas previram um futuro melhor.

Fonte: prdagente.pr.gov.br